Scroll to top

Aprenda a fidelizar clientes com E-mail Marketing


Nove Digital - 02/11/2021 - 0 comments

11 minutos de leitura

Ao contrário do que muitos pensam, o e-mail marketing está mais ativo do que nunca e ele pode te ajudar a fidelizar clientes!

Podemos provar que isso é verdade com um levantamento feito por Ian Kingwill (CEO – Grow Your Business & Increase Your Profits Through Relationship Marketing With Your Clients), quando mostra que o custo por aquisição de novos clientes é de 4 a 10 vezes maior que o valor de investimento para mantê-los.

Ou seja, fidelizar clientes custa muito menos e isso ajuda sua empresa a caminhar de forma econômica!

Hoje em dia, o e-mail marketing também é uma ferramenta que humaniza o contato com o público, podendo melhorar até em 60% os resultados em faturamento.

O registro dos perfis dos seus clientesseus hábitos de consumo = podem fornecer uma enorme quantidade de informações para a construção dos seus e-mails marketing.

Na prática, os e-mails devem ser inteligentes e estrategicamente construídos para a linguagem dos clientes atuais!

Mas você sabe o que realmente significa essa estratégia do marketing digital?

O que é e-mail marketing?

E-mail marketing é a prática do envio de mensagens para uma lista de contatos (pré estabelecida por meio de outras estratégias) cuja finalidade é gerar um relacionamento maduro.

A estratégia de e-mail marketing que fideliza clientes, gerando o sentimento de mais interesse na marca com  conteúdo estratégico, é uma ótima oportunidade para mantê-los por perto!

E como ninguém gosta de perder tempo com quem não quer ou não precisa do seu serviço, ou produto…

Temos a estratégia do e-mail marketing como uma das nossas ‘queridinhas’, porquê conseguimos nos comunicar com mais assertividade.

Essa ferramenta foi idealizada por Ray Tomlinson, em 1971! Ray foi um programador americano que implementou o sistema de correio eletrônico (como era chamado na época).

No início, Tomlinson enviava e-mails para os seus colegas como uma brincadeira, uma forma de manter contato com seus amigos. Mas, com o passar do tempo, ele percebeu ser uma excelente maneira de fidelizar clientes.

Podemos dizer que o e-mail se tornou um canal de comunicação direta, entre o remetente e o destinatário e, está presente no dia a dia da internet, se tornando um canal de contato com credibilidade.

Hoje, até mesmo para conversar com seus clientes, por meio dessa forma de comunicação, temos que pensar em marketing de conteúdo para gerar mensagens que alimentam o público com conhecimento, verdade e curiosidade.

E você sabe dizer quando o e-mail marketing, de fato, iniciou a sua carreira no marketing digital?

 

Quando surgiu o e-mail marketing?

Foi no início da década de 90 que a internet começou a perceber a prática do e-mail marketing como estratégia de vendas!

A ferramenta abriu portas para um novo tipo de comunicação: mais rápido, completo (para a época) e o mais importante, com a possibilidade de inclusão do “call to action” (chamada para ação).

Nos anos 2000, o e-mail marketing se tornou mais familiar, porém ainda não se pensava muito no usuário…

Desde então, essa ferramenta para fidelizar clientes ficou cada vez mais efetiva como uma forma de relacionamento, diferente das redes sociais.

Com o e-mail marketing a fidelização é singular: com o cliente ativo, conseguimos gerar um sentimento fiel de compromisso com a marca e reforço de memória.

Porém, vale entender que, se não houver comunicação, não há como o usuário lembrar da sua marca, por isso devemos ter constância na ferramenta. Certo?

Por que fidelizar clientes?

Imagine que você tem um celular da marca x e necessita comprar um novo, porque esse já não está mais atendendo às suas expectativas.

Existe uma grande chance de que o seu novo celular seja da marca x. Isso porque a sua experiência com a marca foi boa e isso gerou os sentimentos de fidelidade e confiança.

Por isso, mesmo que você considere o produto muito mais caro que os similares do mercado, provavelmente, não pensará duas vezes antes de ir a uma loja da marca x.

Isso também pode acontecer com a sua empresa!

E, é usando uma estratégia de fidelização, por meio do e-mail marketing, que conseguimos gerar essa tal fidelidade…

Porém, é válido aprimorar a estratégia interna de contato com o cliente, o processo de venda e o atendimento, afinal, precisamos gerar boas experiências com a sua empresa!

Ou seja, com o e-mail marketing também conseguimos a lealdade do cliente, atendendo todas as suas expectativas, de maneira constante.

Isso significa que, quando os clientes confiam nas empresas das quais compram, eles estarão mais propensos a comprar novamente e esse elo fica cada vez mais forte!

Você sabe como criar uma estratégia de fidelização por e-mail marketing?

 

Aprendendo ‘na raça’…

Fidelizar clientes não é uma tarefa fácil, mas com e-mail marketing, conseguimos engajar os nossos contatos e ainda garantir feedbacks verdadeiros!

Para ter o resultado que tanto queremos, o e-mail marketing precisa acompanhar um planejamento estratégico focado em quem já é um cliente ativo ou tenha feito o primeiro contato.

Então precisamos pensar em como captar esses e-mails, assim que o cliente chega, de uma forma leve!

No marketing digital, existem diferentes formas e isso vai depender do segmento que a sua marca está inserida.

Se a sua empresa está no ambiente presencial de venda, um modelo de estratégia para pegar os dados dos seus clientes é na primeira compra.

Ou seja, invista em um banco de dados com informações precisas dos clientes como: nome completo, profissão, telefone, data de nascimento, residência e claro, e-mail!

Dessa forma, você terá munições para enviar e-mails segmentados àquele cliente como, por exemplo, no aniversário dele, no dia da sua profissão e outros conteúdos criativos.

Aqui na Nove Digital, trabalhamos com a ferramenta RD Station (Resultados Digitais), uma das plataformas de automação mais recomendadas do Brasil para este tipo de trabalho.

Segundo a RD, um bom e-mail enviado pode obter, em média, 38% de abertura e 8% de cliques nos botões internos,  que são as famosas ‘chamadas para ação’ que já mencionamos acima.

Isso significa que, se você envia um e-mail automático para quem acaba de entrar no seu site, suas chances de que esse usuário finalize uma compra ou continue navegando, são maiores!

Lei LGPD

Porém, é importante entender que, para enviar um e-mail marketing, é fundamental que o novo contato deixe a sua marca fazer isso! Para isso, precisamos gerar um formulário de autorização.

O formulário deve ser prático, rico de informações e rápido de ser preenchido. Afinal, o internauta não pode sentir que o processo de preenchimento vai demorar. Ok?

Essa regra está prevista na Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), e o tratamento desses dados representa a forma como eles são utilizados, seja em ações específicas de marketing ou em outro tipo de ação.

A partir da Lei Geral de Proteção de Dados, os usuários ficam protegidos, podendo ter acesso aos bancos de dados onde eles mesmos deixaram suas informações e sua empresa, livre para usar quando e como quiser.

Um exemplo prático de como a LGPD é importante para esse segmento é:

Sabe quando você não aguenta mais receber e-mail da empresa x e clica no botão de ‘cancelar a inscrição’? Esse botão é uma das obrigações impostas pela LGPD!

Mas é claro que, para cada tipo de negócio, é necessária uma estratégia segmentada, conforme os modelos de público e objetivo em resultado.

Um dos modelos de estratégia para fidelizar clientes por meio do e-mail marketing, consiste em 5 passos! 

Quer saber quais são eles? Vamos lá!

 

1 Comece com boas-vindas

Esse é um diferencial que poucas empresas têm!

O primeiro e-mail ou e-mail de boas vindas, com certeza é o início de um longo relacionamento, trazendo mais confiança e credibilidade.

Com este e-mail, conseguimos gerar proximidade, sentimento de preferência e ainda confirmar que a sua empresa chegou na vida desse cliente.

Esse contato de boas vindas precisa ter uma linguagem clara, objetiva e amigável. Se a sua marca atinge pessoas que falam gírias, então aposte nelas!

Se você tem um escopo ou serviços negociados com o seu cliente, é bem importante que você os cite neste momento também! Assim, você estará o relembrando dos seus direitos.

O importante é nunca se basear no ‘achismo’, mas sim fazer uma pesquisa de público e conhecer, a fundo, o perfil ou perfis de clientes existentes na empresa!

 

2 Aposte em segmentação

Investir em tempo para criar e-mails segmentados, de forma inteligente, faz a sua comunicação ser mais coerente com cada público. 

Ou seja, busque enviar mensagens direcionadas para o cliente com o nome dele (a) ligando aos seus hábitos de consumo e levando conhecimento ou curiosidades sobre seu segmento.

Desta forma, utilizando e-mails inteligentes e estrategicamente direcionados aos interesses de seus clientes em potencial, o resultado será aumentar a relevância do conteúdo produzido por você para as pessoas que o recebem.

Então, ofereça conteúdo relevante para o cliente!

 

3 Peça feedbacks

Dentro da criação de fidelização por e-mail marketing, você também pode pedir feedbacks para saber se o seu produto/serviço atendeu as expectativas do cliente!

Os feedbacks ajudam a descobrir o que precisa ser melhorado, além de dar oportunidade à sua empresa de modificar suas estratégias e evitar a perda de clientes pós-venda.

Envie e-mails pedindo feedback para saber se os seus clientes estão acompanhando suas redes sociais e verificando o seu site.

Uma boa estratégia é pedir avaliação do local a cada quinze dias ou sempre que houver uma mudança, nos casos de segmentos presenciais,

Dessa forma, levamos curiosidade e movimentamos o engajamento do cliente também com a empresa física e não somente digital.

 

4 Otimize os e-mails marketing

Sempre que você recebe uma notificação de e-mail marketing, o que mais chama sua atenção para abrir a mensagem no celular?

hora de chamar a atenção do cliente também, o título certo, no tamanho correto e com os gatilhos certeiros são importantíssimos!

E como hoje a maioria das pessoas no mundo tem um smartphone nas mãos, devemos seguir esse formato de comunicação.

Assim como os sites precisam ser responsivos, os e-mails marketing também. E, isso não estamos falando somente sobre layout, mas principalmente texto!

Sempre cuide para que as informações estejam distribuídas de uma forma que dê praticidade de leitura. 

O texto pode ser longo ou curto, o importante é a história a ser contada (storytelling) e como as palavras estão distribuídas!

Então, opte por palavras objetivas e dê atenção redobrada à concordância do texto.

Sempre monte um e-mail que tenha: começo, meio e fim!

Afinal, levando em consideração os tempos acelerados que vivemos, é importante cuidar da escrita e focar em conteúdos práticos, porém, sempre relevantes.

 

5 Personalize a comunicação

E como é bom se sentir especial, concorda?! Bom, essa é a quinta e última dica desse processo de fidelizar clientes com e-mail marketing.

Quando buscamos personalizar os e-mails colocando o nome do cliente ou até mesmo usando uma logo personalizada, em casos de datas comemorativas, temos mais chances de resultados em fidelização.

Com essa dica, a sua marca conquista a memória do cliente e o seu carinho para com a empresa!

Trate os clientes como se estivesse frente a frente com eles, enviando mensagens humanizadas e cheias de personalidade.

Agora que você já aprendeu como fidelizar clientes com e-mail  marketing, a sua marca está pronta para colocar a estratégia em prática.

E você quer saber mais sobre como a sua estratégia pode alcançar resultados incríveis?

Então continue a leitura para saber a origem dos e-mails marketing e quais são outros resultados que podemos alcançar!

e-mail marketing

Sobre alguns resultados

Além de fidelizar clientes, o marketing por e-mail tem outras vantagens como, por exemplo, a obtenção de métricas para o desenvolvimento de novas estratégicas para o negócio.

Essas métricas tratam-se dos cliques no site, retorno de mensagens por WhatsApp ou o aumento de acesso às redes sociais, dependendo do tipo de e-mail que você tem enviado.

Um exemplo: se você enviou um e-mail marketing para seus clientes e 50% do total, clicou no botão com link do WhatsApp, está aí uma métrica que podemos trabalhar!

Com esse resultado, analisamos o que chamou a atenção para entender qual o motivo dele ter clicado no link.

Sendo assim, é a partir destes entendimentos que conseguimos renovar as estratégias de marketing. Afinal, esse ramo é um eterno looping de testes!

Afinal, fidelizar clientes é o resultado que brilha os olhos de qualquer empresário, não é mesmo?

Related posts