Scroll to top

Redes sociais para empresas: Por onde começar?


Renata Nunes - 29/03/2019 - 0 comments

11 minutos de leitura

É muito comum que empresas cheguem em uma agência ou solicitem a um funcionário que crie seus perfis nas redes sociais apenas porque “tem que ter”. Certo?

Você já ouviu essa história? Ela lhe parece familiar?

A verdade é que a maioria das empresas que estão começando a investir em redes sociais hoje em dia não fazem ideia por onde devem começar. A ideia desse post é definir quais são os primeiros passos nesta jornada, afim de se certificar que alcançará aquilo que imaginou para o seu negócio. Boa leitura!

 

  • 1º Passo: Identifique onde você está hoje
  • 2º Passo: Defina quais são os objetivos que você espera atingir
  • 3º Passo: Mapeie como você vai chegar lá

 

1º Passo: Identificar onde você está hoje

As redes sociais viraram parte do nosso dia a dia, e a maior parte das empresas já identificou seu potencial.

As últimas pesquisas sobre a utilização dessas plataformas revelam um consumo acelerado: no Facebook já são mais de 102 milhões de brasileiros acessando a plataforma todos os meses e 1 bilhão de usuários ativos no Instagram.

Esses dados demostram o grande potencial das redes sociais para as empresas, mas é muito importante que a síndrome do “tem que ter redes sociais” evolua e se transforme em uma estratégia valiosa de negócio.

Definir o esforço necessário e os responsáveis desse projeto

Se você é colaborador de uma empresa e está em busca desses primeiros passos, conseguir a aprovação da diretoria para iniciar o projeto é essencial, antes mesmo de iniciar o processo.

Certifique-se de que os diretores da empresa entendam os motivos do projeto e “comprem” a ideia. Afinal de contas, tempo também é dinheiro e as atividades vão exigir alguma dedicação sua ou de sua equipe.

Vale lembrar que os resultados em Marketing Digital não são mágicos. Não basta se cadastrar em um ferramenta para que os milagres aconteçam.

É preciso mão na massa.

Por isso, é essencial que você tenha em mente que existe um esforço diário para garantir que tudo funcione adequadamente.

Uma boa forma de começar é fazendo um levantamento do esforço envolvido:

  • Você vai precisar alocar ao menos 10h mensais para realizar as atividades
  • Esteja ciente de que sua equipe terá este tempo disponível para poder tocar o projeto.
  • Se for envolver mais de uma pessoa nas atividades, procure definir as responsabilidades de cada tarefa e planejar por quanto tempo cada um trabalhará na produção de conteúdo e atualizações.

Com o esforço envolvido mapeado, o próximo passo é identificar quem é sua audiência e em quais redes sociais eles estão.

Vamos lá?!

2º Passo: Defina quais são os objetivos que você espera atingir

Quando iniciamos qualquer projeto aqui na Nove, primeiro identificamos com quem estamos falando e, em seguida, definimos quais são os principais objetivos que esperamos atingir. 
Então, nossa sugestão é exatamente essa: defina sua “persona” e liste os principais objetivos.

Conheça seu público

Antes mesmo de iniciar suas estratégias e criar perfis, você precisa identificar suas principais personas. Ou seja, com quem você está falando.

Se você não sabe o que são personas, preparamos um post explicando exatamente como funciona e como definir a sua através de passos simples.

 

Uma persona é uma representação fictícia do seu cliente ideal, aquele que você quer replicar dentro de sua empresa.

 

Definiu seu público? Tudo pronto?

Agora é hora de definir seus principais objetivos. Confira abaixo os mais comuns:

  • Reconhecimento de marca
  • Engajamento com clientes
  • Prospecção de novos consumidores
  • Fidelização de clientes
  • Aumento de tráfego
  • Aumento da satisfação de visitas em seu site
  • Mais conhecimento sobre sua persona (público)

 

Vale lembrar que as redes sociais são apenas uma primeira iniciativa em Marketing Digital. Existem muitas outras técnicas e metodologias que podem ser mais efetivas de acordo com o objetivo que você definir.

Se você, por exemplo, definiu que aumento de tráfego e prospecção de novos consumidores são seus objetivos principais, confira aqui nosso eBook sobre Inbound Marketing.

Depois de definir exatamente o que vocês esperaquanto de tempo vai ser investido no projeto e com quem você vai se comunicar (persona), vamos para o próximo passo que é mapear como você vai chegar lá.

3º Passo: Mapeie como você vai chegar lá

Pode ser que você não conheça exatamente como as redes sociais funcionam. Então vamos definir aqui as principais redes e como elas geralmente são utilizadas.

Quais são as principais Redes Sociais para empresas?

Instagram: a rede social visual

Queridinho dos segmentos de moda, arquitetura e todos os negócios que utilizam imagens como um elemento importante em suas estratégias, o Instagram possui uma série de funcionalidades e facilidades para empresas, as quais vão desde fazer uma demonstração dos produtos com preço e link de compra, até os anúncios patrocinados.

Além disso, o Instagram pode ser o melhor lugar para aproximar seu cliente do dia a dia de sua empresa por meio do Stories (vídeos curtos de 15 segundos que são apagados em 24 horas).

Um dos pontos mais importantes nessa mídia é prestar atenção à aparência das imagens. Por isso, capriche na escolha da foto do avatar e nas imagens dos produtos, projetos e serviços que serão publicadas.

Facebook: Show me the money!

O Facebook ainda é a maior rede social do mundo. Sua plataforma funciona como uma “comunidade”, na qual todos podem publicar diferentes assuntos e tipos de mídias, como textos, vídeos e fotos.

Além disso, através dele é possível patrocinar campanhas, colocando anúncios e publicações no ar, potencializando o alcance das suas ações de marketing digital.

É uma ótima ferramenta para manter seus clientes em contato com sua empresa, atrair novos consumidores, identificar oportunidades e até mesmo fazer o atendimento ao público.

Mas o fator que diferencia os investimentos no Facebook é a capacidade de acertar o seu público em cheio, por meio de parâmetros na hora de viabilizar seus anúncios.

Digamos que você venda véus de noiva. Na hora de rodar o seu anúncio no facebook, você consegue escolher que ele impacte somente mulheres, de uma certa idade, que curtam páginas de revistas de vestido de noiva e que tenham colocado em seu perfil que ficaram noivas nos últimos seis meses.

Quer público mais bem segmentado do que este?

 

Mim tube, YouTube.

O YouTube está vivendo seu grande momento nas estratégias de marketing nos últimos anos.

Mas como todo trabalho de marketing digital, ele necessita de estratégia.

Regularidade de vídeos, conteúdo bem apurado e curado por bons profissionais, além dcuidado em seu acabamento são alguns imperativos aqui.

Seguindo a mesma lógica do que falamos sobre o Instagram, nós comemos primeiro com os olhos na internet.

seu vídeo tem que ser atrativo, bonito, bem acabado, para que seu público não tenha a impressão de que ele é um conteúdo mal-apurado.

Assim como comemos com os olhos, dispensamos com a mesma rapidez.

Uma vez que seu consumidor tenha a impressão de que seu conteúdo não é bem cuidado, é muito difícil de mudar essa percepção.

Portanto, planeje com calma, tenha tempo de finalização para cada vídeo e planeje um calendário de postagens que permita que as coisas sejam bem feitas antes de subir o primeiro vídeo.

 

LinkedIn: Somos profissionais e valorizamos os negócios

Essa é a rede social é a mais séria de todas. Mais focada em negócios, é muito utilizada em empresas B2B (business to business).

Apesar de não ser a mais acessada pela maioria das pessoas, ela com certeza pode ter um impacto positivo em suas estratégias.

No LinkedIn você pode criar tanto um perfil pessoal quanto uma página para sua empresa e desenvolver suas ações dentro da plataforma.

Dito isso, o tipo de conteúdo que faz sucesso aqui são aqueles relacionados diretamente ao seu negócio, com um “tom” mais institucional.

 

Quais são as redes sociais mais indicadas para meu negócio


1. Imóveis

No segmento imobiliári, existem duas redes sociais que geralmente são mais utilizadas nas estratégias de marketing digital: Facebook e Instagram.

A primeira permite que você promova conteúdos sobre seu mercado, desde indicações até artigos produzido pela empresa. Crie engajamento com seu público, lembrando-se sempre de compartilhar conteúdo que faça sentido para sua persona.

Já a segunda redes social, o Instagram, o investimento deve ter o apelo visual que comentamos acima mas com o foco em demonstrar os imóveis.

Produza fotos dos imóveis de alta qualidade e também coloque como foco, os diferenciais dos seus empreendimentos.

 

2. Educação

No segmento de educação a abordagem é diferentes para cada um dos estágios de compra dos alunos, os quais buscam aprimoramento em cursos e treinamentos diferentes.

É extremamente importante pensar separadamente em cada persona: adolescentes, jovens, adultos, todos são alunos e potenciais clientes.

Se o público é mais jovem, o Facebook e o Instagram devem ser considerados como as principais mídias para gerar engajamento e informativos sobre os novos cursos.

Para os adultos, o LinkedIn se torna uma grande opção e oportunidade de se comunicar um público segmentado.

Nesse ramo, é muito importante voltar suas estratégias para promover sua autoridade como instituição de ensino, além de informar sobre as próximas turmas disponíveis.

 

3. SaaS (Software como serviço)

Nesse segmento contamos com uma variedade de possibilidades e opções que mudam de negócio para negócio. Procure analisar seu modelo de negócio para definir suas personas adequadamente. 

No modelo B2C é interessante distribuir suas ações no Facebook e Instagram, enquanto no B2B o LinkedIn deve ser a principal mídia.

Além das ações de comunicação nas redes sociais, você deve se preocupar em como sua plataforma interage com os clientes. Ela é intuitiva? Seus clientes conseguem utilizá-la facilmente? Ela resolve quais problemas?

Procure ficar atento à esses questionamentos. Os problemas mais comum que identificamos ao trabalhar com empresas no modelo SaaS são todos diretamente relacionados à usabilidade da plataforma e ao entendimento claro dos sócios em relação ao problema que a tecnologia resolve.


4. Coachs e autônomos

O ramo de Coachs é um dos que mais desperdiçam milhões de reais em anúncios. As melhores estratégias de redes sociais para este segmento devem estar voltadas ao Marketing de Conteúdo, principalmente com a utilização de conteúdo em vídeo.

O Facebook e Instagram se destacam para criar autoridade através de vídeos, stories e lives, enquanto o LinkedIn deve ser utilizado para para promover conteúdo adaptado para sua audiência. A maioria dos autônomos utilizam o próprio perfil pessoal para engajar e criar autoridade espontânea.

 

Como planejar e gerenciar as redes sociais de empresas?

UAU! Se você chegou até aqui é sinal de está determinado a diferenciar sua empresa das milhões de outras que ainda estão no marketing de 10 anos atrás. Parabéns!


Contudo, para usufruir desse potencial e garantir o sucesso desse investimento, o próximo passo é construir um calendário editorial que funciona como um guia, concentrando seu conteúdo e as datas que devem ser publicadas.

Nesse primeiro momento, escolher uma boa ferramenta de gerenciamento das redes sociais é essencial. Com ela, sua estratégia de conteúdo vai caminhar sem que você precise publicar manualmente todos os posts.

Aqui na Nove, utilizamos a ferramenta mLabs para auxiliar no gerenciamento de todas as contas de nossos clientes.

Outra vantagem bem interessante de ter uma plataforma como essa, é acompanhar os dados através de relatórios. Dessa forma, você consegue acompanhar diariamente como suas ações estão performando e ajustar ou alterar conforme necessário. 

Acreditamos que com o passo a passo a seguir você conseguirá estruturar seu primeiro planejamento de redes sociais. Para concluir, vamos recapitular de forma concisa tudo que foi abordado nesse post.:

  1. Primeiro faça um levantamento de horas e responsáveis pelo projeto
  2. Peça autorização e engaje seu chefe ou decisores mostrando a importância das redes sociais com os números que compartilhamos aqui
  3. Conheça seu público, definindo sua persona
  4. Conheça um pouco mais sobre as principais redes sociais utilizadas atualmente pelas empresas
  5. Defina as redes sociais mais adequadas para essas persona que você definiu e certifique-se que você consegue manter a consistência de postagem. Lembre-se: comece com algumas e, quando tiver mais experiência, acrescente as outras mídias gradualmente.
  6. Faça seu planejamento definindo temas e assuntos relevantes para sua persona e contrate uma ferramenta para auxiliar nas publicações.

 

Esperamos que este conteúdo tenha sido esclarecedor e ajude você a evoluir seus negócios!

 

 

Related posts

WhatsApp Chat
Enviar Agora